VOGAIS FM
  • Vogais FM

Poco X5 Pro vs Redmi Note 12: saiba o que muda entre os celulares

Mesmo similares, celulares Xiaomi miram públicos diferentes; X5 Pro se destaca por ter características potentes e refinadas, como câmera de 108 megapixels e sinal 5G Poco X5 Pro e Redmi Note 12 são smartphones intermediários da Xiaomi lançados em 2023, com foco em públicos diferentes. O Note 12 chegou ao Brasil em abril, apresentando uma ficha técnica mais simples e mirando no uso diário. O Poco X5 Pro, por sua vez, foi lançado em março com especificações mais robustas, como uma câmera de 108 megapixels, possibilidade de expansão da memória RAM e um preço que se aproxima do padrão de smartphones do seguimento topo de linha.
No Brasil, os dois modelos chegaram com diferentes variações de armazenamento disponível e memória RAM. O Redmi Note 12 foi disponibilizado nas cores azul, cinza e verde, com preços que partiam de R$ 2.499, e hoje é encontrado por R$ 950 na Amazon. Já o Poco X5 Pro iniciou as vendas por R$ 3.499, nas cores amarelo, azul e preto. No momento ele é vendido por cifras que partem de R$ 1.794. Nas linhas a seguir, veja o comparativo entre o Poco X5 Pro e o Redmi Note 12 e avalie qual celular da Xiaomi é uma melhor escolha para você.
➡️ Canal do TechTudo no WhatsApp: acompanhe as principais notícias, tutoriais e reviews
Saiba-mais taboola
O Redmi Note 12 está disponível nas cores azul, cinza e verde
Divulgação/Xiaomi
📝 Xiaomi Redmi 8 está diminuindo o volume sozinho: O que fazer? Tire dúvidas no Fórum TechTudo
Tela e design
O Poco X5 Pro e o Redmi Note 12 possuem um design parecido. Os corpos têm formato de barra, com todos os botões na lateral direita do celular; câmera frontal centralizada na tela, sem notch; e três lentes organizadas em um módulo de câmeras na parte traseira do smartphone. Porém, o Poco X5 Pro se diferencia pela textura ao lado da câmera, que se estende de um lado a outro do modelo, contendo o nome da linha.
Ambos os celulares apresentam corpo de plástico e telas AMOLED com taxa de atualização de 120 Hz — algo essencial para reproduzir jogos com animação frenética ou filmes de ação sem gerar “fantasmas” na tela. Nos dois smartphones, há proteção contra a entrada de poeira, mas existe a possibilidade de entrada de água, caso os modelos sejam submergidos ou tenham contato direto com jatos de água. Isso porque eles possuem certificação IP53, que protege apenas contra respingos d’água.
Poco X5 Pro tem uma tela de AMOLED com cores vivas e bom contraste
Divulgação/Xiaomi
A tela do Poco X5 Pro também tem recursos Dolby Vision, que eleva a qualidade do brilho e das cores. Além disso, o display contém tecnologia HDR10+, que melhora o contraste e brilho das imagens exibidas no celular. Esses recursos estão ausentes na tela do Redmi Note 12.
Além da função de energia, o botão lateral também funciona como um sensor biométrico — numa posição ergonômica e acessível ao polegar de destros. Diferente de smartphones topo de linha, ambos os modelos possuem a entrada P2, que serve para fones de ouvido convencionais.
Tela de AMOLED do Redmi Note 12 tem taxa de atualização de 120 Hz
Divulgação/Xiaomi
Câmera
Os dois celulares apresentam um conjunto triplo de câmeras. Ele é composto por uma lente wide; uma lente ultrawide com ângulo de 120 graus — ideal para fotos de grupos grandes de pessoas, por exemplo —; e uma lente macro, utilizada para fotos bem próximas do alvo fotografado, com foco nos detalhes. As lentes principais de ambos smartphones têm alta resolução, seguindo uma tendência de celulares da Xiaomi.
O sensor principal do Redmi Note 12 tem 50 megapixels (MP) e foco automático. Segundo a Xiaomi, trata-se de uma lente 5P, que deve garantir fotos bem detalhadas e de alta qualidade. O módulo de câmeras do celular pode filmar em resolução Full HD e até 30 quadros por segundo (fps). O conjunto fotográfico do Note 12 está organizado da seguinte forma:
Principal de 50 MP (f/1.8);
Ultrawide de 8 MP (f/2.2);
Macro de 2 MP (f/2.4);
Frontal de 13 MP (f/2.45).
Câmera principal do Redmi Note 12 tem 50 megapixels
Divulgação/Xiaomi
Já o módulo de câmeras do Poco X5 Pro traz uma lente principal de 108 MP, também com foco automático. Esta câmera pode captar e compartimentar até 9 pixels em um super pixel, aumentando, assim, a qualidade das fotos geradas. Com este recurso, o sensor do X5 Pro pode não só garantir fotos de melhor qualidade, como filmar vídeos em resolução 4K a 30 fps ou em Full HD a 60 fps. O módulo de câmeras do X5 Pro é composto por:
Principal de 108 MP (f/1.9);
Ultrawide de 8 MP (f/2.2);
Macro de 2 MP (f/2.4);
Frontal de 16 MP (f/2.4).
Câmera principal do Poco X5 Pro tem 108 megapixels
Reprodução/Xiaomi
Apesar da quantidade de megapixels, é importante destacar que a Xiaomi não faz qualquer menção a zoom óptico ou estabilidade óptica — características que fazem a diferença e garantem ainda mais qualidade às fotos.
Desempenho e armazenamento
Se o exterior dos dois smartphones da Xiaomi é semelhante, no interior notam-se grandes diferenças, a começar pelo processador. O Redmi Note 12 utiliza um chip Snapdragon 685, da Qualcomm, com velocidade de até 2,8 GHz. Já o Poco X5 Pro utiliza um Snapdragon 778G, com oito núcleos e velocidade de até 2,4 GHz. Apesar de trabalhar com uma frequência mais alta, o chip do Redmi Note 12 deve ter um desempenho até 116% mais fraco que o do X5 Pro. É o que apontam testes como AntTuTu e GeekBench 6, especializados em comparar processadores.
Tanto o Redmi Note 12 quanto o POCO X5 Pro utilizam processadores snapdragon, da Qualcomm
Reprodução/Xiaomi
Ambos apresentam versões com 128 GB de armazenamento e possibilidade de expansão em até 1 TB via cartão MicroSD. Contudo, só o Poco X5 Pro também tem uma opção com 256 GB de memória. A memória RAM também diverge: o Redmi Note 12 tem versões com 4, 6 ou 8 GB de memória RAM, enquanto o Poco X5 Pro só possui modelos com 6 e 8 GB.
Se os valores não forem suficientes, o POCO X5 Pro ainda conta com até 5 GB do armazenamento ROM que podem ser convertidos em memória RAM extras. Com isso, o celular consegue rodar mais funções simultâneas sem travamentos.
Bateria
Os intermediários da Xiaomi têm a mesma quantidade de bateria: 5.000 mAh. A diferença fica por conta do carregamento rápido. Enquanto o Redmi Note 12 pode utilizar carregadores de até 33 W, o Poco X5 Pro usa carregadores de 67 W. Assim, o smartphone deve conseguir recarregar completamente a bateria em apenas 45 minutos. Vale destacar que a Xiaomi inclui os carregadores turbo na caixa do modelo (junto ao cabo USB-C), além de uma ferramenta para ejeção de cartão SIM e uma capa de proteção para o celular.
Poco X5 Pro tem carregamento rápido de 67W
Divulgação/Xiaomi
Versão do sistema
Lançados com pouco tempo de diferença, os dois modelos saem de fábrica com o Android 12 sob a camada de personalização da Xiaomi, a MIUI. Apesar disso, ambos os celulares podem ser atualizados para o Android 13 com a MIUI 14 e constam nas listas da Xiaomi para atualização para o Android 14. Inclusive, esta pode não ser a única atualização dos smartphones, uma vez que os seus antecessores (Poco X4 e Redmi Note 11) também estão na lista dos modelos da marca chinesa que vão receber atualização do sistema.
A interface garante uma experiência minimalista e fluida, com ícones grandes e personalizáveis. Há também um HUB familiar para compartilhamento de fotos com até nove membros da mesma família. Por fim, seguindo a tendência do Android 13, esta versão da MIUI também recebeu um reforço de segurança.
Recursos adicionais
As conexões do Redmi Note 12 são um pouco defasadas em comparação às presentes no POCO X5 Pro. Os dois celulares possuem NFC para pagamento por aproximação, mas o Bluetooth do Note 12 é o 5.1 — mais lento, menos estável e menos seguro que o Bluetooth 5.2, presente no X5 Pro. Ambos possuem conexão Wi-Fi de 5 GHz e de 2,4 GHz, mas só o X5 Pro possui internet móvel 5G e Wi-Fi 6. A tecnologia consegue realizar transferências mais rápidas, com taxas de download e upload até 40% superiores ao Wi-Fi do Note 12.
Outro recurso que está presente tanto no Redmi Note 12 quanto no POCO X5 Pro é o IR Blaster. Segundo a própria Xiaomi, ele pode substituir controles remotos em casa, pois utiliza o infravermelho para controlar outros acessórios e dispositivos. Ambos têm tecnologia Dolby Vision, que oferece mais brilho, contraste e cores na tela, mas apenas o Poco X5 Pro tem Dolby Atmos, responsável por garantir som com qualidade de cinema.
Xiaomi demonstra o recurso IR Blaster em um Xiaomi Mi 10; recurso também está presente no Poco X5 Pro
Reprodução/Xiaomi
Preço
Xiaomi Redmi Note 12 em três cores diferentes
Divulgação/Xiaomi
O Redmi Note 12 é vendido no varejo online brasileiro em três modelos: com 4 GB de memória RAM 128 GB de armazenamento, por a partir de R$ 950; com 6 GB e 128 GB, por a partir de R$ 1.110; e com 8 GB e 256 GB, por a partir de R$ 1.499. No caso do POCO X5 Pro, são apenas dois modelos vendidos em território nacional: um com 6 GB de memória RAM e 128 GB de armazenamento, por a partir de R$ 1.794, e um com 8 GB e 256 GB, por a partir de R$ 2.820.
É importante destacar que, por conta da disponibilidade da Xiaomi em território nacional, a marca não oferece garantia nem suporte técnico para produtos adquiridos em canais não oficiais. A marca chinesa também é alvo constante de contrabando de celulares em território nacional.
Comparativo entre Poco X5 Pro vs Redmi Note 12
Com informações de Nano Review e Xiaomi (1/2/3/4/5/6/7)
🎥Saiba mais sobre o Poco X5 Pro
Xiaomi Poco X5 Pro: veja preço e ficha técnica do celular 5G
Mais do TechTudo
Nota de transparência: o TechTudo mantém uma parceria comercial com lojas parceiras. Ao clicar no link da varejista, o TechTudo pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de fevereiro de 2024.

Fonte

Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias
Enquete

Qual sua opinião do Governo Lula?

  • 🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo

Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor.

Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan.

Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo.

🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
  • Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
  • O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. 

Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética.

Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes.

“Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira.

Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica.

Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
  • TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero.

Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês.

🎥 Reprodução
  • Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
  • Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
  • Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
  • ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
  • Prefeito Nildo Alves decreta luto oficial em Anastácio.

Em nota a Prefeitura de Anastácio lamentou os fatos que culminaram com a morte do ex-vereador Dinho Vital ocorrido no fim da tarde na BR 262. “É com imensa tristeza que a Administração Municipal se despede de Wander Alves Meleiro, popular Dinho.

Ex-vereador e ex-secretário de Anastácio, filho do casal João e Maria Vital, que ao longo dos anos contribuiu com projetos e obras importantes para o bem-estar da população Anastaciana. “Aos familiares e amigos, externamos nossos mais sinceros sentimentos”.

Anastácio está de luto oficial, de acordo com o Decreto nº 123, de 09/05/2024.
🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor. Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan. Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo. 🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
2 semanas ago
View on Instagram |
1/9
Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
3 semanas ago
View on Instagram |
2/9
O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética. Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes. “Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira. Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica. Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
4 semanas ago
View on Instagram |
3/9
TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero. Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês. 🎥 Reprodução
4 semanas ago
View on Instagram |
4/9
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna). Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã. O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã. Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
4 semanas ago
View on Instagram |
5/9
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país. Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
4 semanas ago
View on Instagram |
6/9
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário. ”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa] e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. ”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
4 semanas ago
View on Instagram |
7/9
ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
1 mês ago
View on Instagram |
8/9
Prefeito Nildo Alves decreta luto oficial em Anastácio.

Em nota a Prefeitura de Anastácio lamentou os fatos que culminaram com a morte do ex-vereador Dinho Vital ocorrido no fim da tarde na BR 262. “É com imensa tristeza que a Administração Municipal se despede de Wander Alves Meleiro, popular Dinho.

Ex-vereador e ex-secretário de Anastácio, filho do casal João e Maria Vital, que ao longo dos anos contribuiu com projetos e obras importantes para o bem-estar da população Anastaciana. “Aos familiares e amigos, externamos nossos mais sinceros sentimentos”.

Anastácio está de luto oficial, de acordo com o Decreto nº 123, de 09/05/2024.
Prefeito Nildo Alves decreta luto oficial em Anastácio. Em nota a Prefeitura de Anastácio lamentou os fatos que culminaram com a morte do ex-vereador Dinho Vital ocorrido no fim da tarde na BR 262. “É com imensa tristeza que a Administração Municipal se despede de Wander Alves Meleiro, popular Dinho. Ex-vereador e ex-secretário de Anastácio, filho do casal João e Maria Vital, que ao longo dos anos contribuiu com projetos e obras importantes para o bem-estar da população Anastaciana. “Aos familiares e amigos, externamos nossos mais sinceros sentimentos”. Anastácio está de luto oficial, de acordo com o Decreto nº 123, de 09/05/2024.
1 mês ago
View on Instagram |
9/9

Matérias Relacionadas