VOGAIS FM
  • Vogais FM

Com um pé no PSDB, Marçal reafirma pré-candidatura a prefeito de Dourados

O ex-deputado federal Marçal Filho revelou esta semana que ainda não está filiado ao PSDB, mas planeja oficializar sua entrada no partido em março, seguindo o cronograma do grupo que está se fortalecendo com vistas às eleições municipais de outubro. O deputado estadual Zé Teixeira (PSDB), segundo ele, tem sido o articulador principal de sua pré-candidatura desde o início.

O ex-deputado se lança como pré-candidato à sucessão do prefeito Alan Guedes (Foto: Divulgação )

Marçal Filho garante ter recebido convites de importantes figuras do PSDB em Mato Grosso do Sul, incluindo o presidente do partido e ex-governador, Reinaldo Azambuja, o governador Eduardo Riedel e Sérgio de Paula.

Embora reconheça a possibilidade de mais nomes interessados, Marçal expressa confiança na habilidade de articulação de Reinaldo e Zé Teixeira para unir o grupo em torno de seu nome.

Destacando que o PSDB nunca administrou Dourados, Marçal acredita que chegou o momento de mudança.

Ele elogia a experiência do partido em gestão, citando o maior número de prefeitos e as maiores bancadas na Assembleia Legislativa e no Congresso Nacional no Estado.

Marçal Filho também compartilhou ter tido conversas positivas com a deputada estadual Lia Nogueira e o deputado Geraldo Resende, que não apresentaram impedimentos à sua pré-candidatura.

Com planos firmes e apoios estratégicos, o ex-deputado se lança como pré-candidato à sucessão do prefeito Alan Guedes (PP), vislumbrando um novo capítulo na política local.

“Eu continuo disposto a disputar a prefeitura de Dourados e isso precisa ficar muito claro, eu sou pré-candidato em 2024 e não abro mão disso. Entendo as especulações e comentários das pessoas do meio político, sei que estão todos já preocupados com as eleições, no entanto, a grande parte da população ainda não está preocupada com isso, mas o que não posso negar é que muita gente já está cobrando que eu seja um nome na disputa de 2024”, disse em entrevista ao portal Folha de Dourados.

GESTÃO 

O pré-candidato, cujo propósito é reunir uma equipe respeitada e comprometida, enfatizou a importância de gestores dedicados, dispostos a abraçar um projeto de forma integral. Para ele, ser gestor significa abrir mão de finais de semana em prol da comunidade.

“Conseguir ser eleito é ganhar o direito de trabalhar pelo povo”, declarou Marçal, destacando a seriedade e responsabilidade inerentes ao cargo.

Ele disse que irá buscar colaboradores com os pés no chão, capazes de resolver problemas e se comunicar de maneira transparente com a população.

O pré-candidato deixou claro que, se um secretário(a) não corresponder às expectativas, não hesitará em desligá-lo(a), ressaltando a importância de uma administração eficiente e comprometida com o bem-estar da comunidade.

Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias
Enquete

Qual sua opinião do Governo Lula?

  • 🚨VEJA: Um caso chocante de agressão ocorreu dentro de uma sala de aula em Cianorte, no Paraná. O Um aluno de 17 anos, do segundo ano do ensino médio, aplicou um golpe conhecido como mata-leão em um professor durante uma discussão. O conflito começou quando o professor afastou a carteira do aluno por ele se recusar a se juntar à fila formada pelos colegas. Outros alunos tentaram intervir enquanto o jovem imobilizava o docente. Tanto a escola quanto o professor registraram boletins de ocorrência. O professor sofreu ferimentos leves e precisará passar por exame de corpo delito.
  • 🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo

Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor.

Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan.

Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo.

🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
  • Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
  • O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. 

Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética.

Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes.

“Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira.

Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica.

Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
  • TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero.

Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês.

🎥 Reprodução
  • Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
  • Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
  • Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
  • ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
🚨VEJA: Um caso chocante de agressão ocorreu dentro de uma sala de aula em Cianorte, no Paraná. O Um aluno de 17 anos, do segundo ano do ensino médio, aplicou um golpe conhecido como mata-leão em um professor durante uma discussão. O conflito começou quando o professor afastou a carteira do aluno por ele se recusar a se juntar à fila formada pelos colegas. Outros alunos tentaram intervir enquanto o jovem imobilizava o docente. Tanto a escola quanto o professor registraram boletins de ocorrência. O professor sofreu ferimentos leves e precisará passar por exame de corpo delito.
2 dias ago
View on Instagram |
1/9
🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor. Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan. Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo. 🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
2 semanas ago
View on Instagram |
2/9
Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
4 semanas ago
View on Instagram |
3/9
O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética. Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes. “Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira. Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica. Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
4 semanas ago
View on Instagram |
4/9
TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero. Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês. 🎥 Reprodução
4 semanas ago
View on Instagram |
5/9
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna). Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã. O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã. Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
4 semanas ago
View on Instagram |
6/9
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país. Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
4 semanas ago
View on Instagram |
7/9
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário. ”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa] e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. ”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
1 mês ago
View on Instagram |
8/9
ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
1 mês ago
View on Instagram |
9/9

Matérias Relacionadas