VOGAIS FM
  • Vogais FM

Novo ministro da Justiça, Lewandowski cita infiltração do crime em órgãos públicos e fala em aprofundar aliança com estados e municípios

Durante cerimônia de posse nesta quinta-feira (1º), em Brasília, o novo ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, citou a infiltração do crime organizado em órgãos públicos e defendeu aliança entre os entes federativos como uma das soluções a serem adotadas por sua gestão.

“Já há notícias de que, tal como ocorre em outras nações, o crime organizado começa a infiltrar-se em órgãos públicos, especialmente naqueles ligados à segurança e a multiplicar empresas de fachada para branquear recursos obtidos de forma ilícita. Isso lhes permite expandir a sua ação deletéria sob territórios cada vez maiores, dificultando o seu controle por parte das autoridades estatais”, afirmou.

O ministro dedicou boa parte de seu discurso falando sobre ações relacionados à segurança pública — classificada por ele como “uma das maiores preocupações da cidadania” atualmente — e o combate às organizações criminosas.

Lewandowski salientou que “não há soluções fáceis para tais problemas”, mas defendeu ação conjunta com estados e municípios.

“É preciso aprofundar as alianças com estados e municípios, que, constitucionalmente, detém a responsabilidade primária pela segurança pública nas respectivas jurisdições. É preciso superar a fragmentação federativa e estabelecer um esforço nacional conjunto para neutralizar as lideranças das organizações criminosas e confiscar os seus ativos, porque elas não podem sobreviver sem recursos”, disse.

Na avaliação do novo chefe da pasta, o “combate à criminalidade e à violência, para ter êxito, precisa ir além de uma permanente e enérgica repressão policial, demandando a execução de políticas públicas que permitam superar esse verdadeiro apartheid social que continua segregando boa parte da população brasileira”.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ex-ministro da Justiça Flávio Dino também discursaram no evento. Outras autoridades, como o vice-presidente Geraldo Alckmin (PSB), o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, compuseram a mesa.

Quem é Ricardo Lewandowski

Enrique Ricardo Lewandowski tem 75 anos e é natural da cidade do Rio de Janeiro. Formou-se em ciências políticas e sociais pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP) em 1971. Dois anos mais tarde, graduou-se em ciências jurídicas e sociais pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (FDSBC).

É mestre (1980), doutor (1982) e livre-docente em direito de Estado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1994). Obteve ainda o título de Master of Arts, na área de relações internacionais, pela Fletcher School of Law and Diplomacy, da Tufts University, nos Estados Unidos.

Lewandowski exerceu a advocacia entre 1974 e 1990, tendo sido conselheiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em São Paulo entre 1989 e 1990. Ele ocupou também os cargos de Secretário de Governo e de Assuntos Jurídicos de São Bernardo do Campo – entre 1984 e 1988 – e também de presidente da Empresa Metropolitana de Planejamento da Grande São Paulo (Emplasa) no biênio 1988-1989.

O novo ministro da Justiça ingressou na magistratura como juiz do Tribunal de Alçada Criminal do Estado de São Paulo, pelo Quinto Constitucional da classe dos advogados (1990 a 1997). Foi promovido desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), por merecimento, onde integrou, sucessivamente, a Seção de Direito Privado, a Seção de Direito Público e o Órgão Especial (1997 a 2006). Foi eleito e exerceu o cargo de vice-presidente da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) entre 1993 e 1995.

Em 2006, foi indicado ao STF por Lula para substituir o ministro Carlos Velloso, cargo que ocupou até abril de 2023. No Supremo, Lewandowski foi revisor da Ação Penal 470, popularmente conhecida como “Mensalão”. Exerceu a Presidência da Corte entre os anos de 2014 e 2016, tendo inclusive liderado o julgamento do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff no Senado Federal.

Foi também ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) entre 2006 e 2012, presidindo a Corte de 2010 a 2012, ocasião em que coordenou as eleições presidenciais de 2010, nas quais defendeu a constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa.

Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias
Enquete

Qual sua opinião do Governo Lula?

  • 🚨VEJA: Um caso chocante de agressão ocorreu dentro de uma sala de aula em Cianorte, no Paraná. O Um aluno de 17 anos, do segundo ano do ensino médio, aplicou um golpe conhecido como mata-leão em um professor durante uma discussão. O conflito começou quando o professor afastou a carteira do aluno por ele se recusar a se juntar à fila formada pelos colegas. Outros alunos tentaram intervir enquanto o jovem imobilizava o docente. Tanto a escola quanto o professor registraram boletins de ocorrência. O professor sofreu ferimentos leves e precisará passar por exame de corpo delito.
  • 🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo

Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor.

Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan.

Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo.

🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
  • Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
  • O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. 

Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética.

Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes.

“Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira.

Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica.

Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
  • TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero.

Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês.

🎥 Reprodução
  • Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
  • Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
  • Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
  • ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
🚨VEJA: Um caso chocante de agressão ocorreu dentro de uma sala de aula em Cianorte, no Paraná. O Um aluno de 17 anos, do segundo ano do ensino médio, aplicou um golpe conhecido como mata-leão em um professor durante uma discussão. O conflito começou quando o professor afastou a carteira do aluno por ele se recusar a se juntar à fila formada pelos colegas. Outros alunos tentaram intervir enquanto o jovem imobilizava o docente. Tanto a escola quanto o professor registraram boletins de ocorrência. O professor sofreu ferimentos leves e precisará passar por exame de corpo delito.
3 dias ago
View on Instagram |
1/9
🥹🥹 Impossível não se emocionar com esse vídeo Dan Dukorre, de São Paulo (SP), compartilhou um momento muito especial e emocionante com sua família. Ele, que nasceu e cresceu na comunidade do Capão Redondo, teve a oportunidade de ir para a Inglaterra em 2018 e passou 5 anos em Londres, longe da família, tentando buscar uma vida melhor. Ele deixou os dois filhos no Brasil. “Cada dia que passava, o peito apertava e as chamadas de vídeo já não eram suficientes”, escreveu Dan. Depois desse tempo retornou e decidiu fazer uma surpresa para sua família. Na cena, ele chega em casa e seus filhos não se aguentam de alegria e emoção ao revê-lo. 🎥 Reprodução: @dan.dukorre | @dommedia.br
2 semanas ago
View on Instagram |
2/9
Frentista é presa por matar a filha bebê de dez meses envenenada com chumbinho, colocar no congelador e, de noite, colocar corpo para “ninar”. Simary colocava a bebê em uma cadeirinha e cobria com um pano. Ela mentiu para amigos, familiares e vizinhos dizendo que a pequena Sofia Rayane estava com a avó paterna. Inclusive, teria comprado um número novo para se passar pela idosa por mensagens. A motivação é um mistério. O caso aconteceu em Jaboatão dos Guararapes, no Pernambuco.
4 semanas ago
View on Instagram |
3/9
O vereador do município de Dourados (MS), Sérgio Nogueira (PP), criticou a atuação do governador do Rio Grande do Sul, @eduardoleite45 (PSDB), na tragédia climática que afetou mais de dois milhões de pessoas no estado. Nesta segunda-feira (20), o vereador Diogo Castilho (PSDB) enviou uma representação contra o Sérgio Nogueira para a Comissão de Ética da Casa de Leis, que investigará se o parlamentar infringiu o Código de Ética. Em seu discurso, na semana dedicada ao combate contra a LGBTfobia, Sérgio Nogueira afirmou que o governador gaúcho estaria mais preocupado com seu “primeiro-damo” do que com as vítimas das enchentes. “Grande governador, o senhor não receberá um pix meu. Posso mandar para os gaúchos sérios, mas para o senhor não. O senhor está preocupado com o seu primeiro-damo no seu governo”, declarou Nogueira. Questionado pela reportagem, o vereador disse que a fala não foi homofóbica e que “cada um tem o direito de ter sua opção sexual e que respeita a todos”. Segundo ele, o seu discurso teve como único objetivo abordar a situação política, as vítimas e as vidas perdidas no Rio Grande do Sul, e que em nenhuma hipótese a fala teve intenção homofóbica. Em setembro de 2014, o mesmo vereador foi alvo de críticas após sugerir que homossexuais fossem colocados em uma ilha por 50 anos. O discurso foi feito em uma sessão da Câmara Municipal de Dourados.
4 semanas ago
View on Instagram |
4/9
TV iraniana confirma a morte de Ebrahim Raisi, presidente do Irã, em queda de helicóptero. Além de Raisi, o Ministro de Relações Exteriores do país, Hussein Amir Abdulahian, também morreu no acidente, segundo a Press TV, emissora iraniana que transmite a programação em inglês. 🎥 Reprodução
4 semanas ago
View on Instagram |
5/9
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna).

Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã.

O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. 

O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã.

Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
Equipes iranianas de resgate conseguiram confirmar o local exato da queda do helicóptero do presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e seguem para tentar encontrá-lo, após o incidente registrado mais cedo neste domingo (19/5). A informação é da Agência de Notícias da República Islâmica (Irna). Ainda não há atualizações oficiais sobre o estado de saúde de Raisi, que viajava com outras autoridades, como o ministro das Relações Exteriores do Irã. O helicóptero caiu na região de Varzagan, quando o presidente retornava de um compromisso oficial para inaugurar uma represa. A equipe de resgate enfrentou dificuldades ao longo do dia para acessar o local, devido a fortes ventos e chuvas na região. O horário também atrapalha, pois é madrugada de segunda-feira (20/5) no Irã. Uma pessoa ligada ao governo iraniano disse à agência de notícias Reuters ter esperança, mas considerar as informações “preocupantes”.
4 semanas ago
View on Instagram |
6/9
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país.
Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
Cai o helicóptero que levava o presidente do Irã, Ebrahim Raisi, e o ministro das Relações Exteriores do país. Equipes de resgate e ambulâncias estão presentes no local do acidente, mas a baixa visibilidade atrapalha o resgate das vítimas. MEU DEUS! 😳😳
4 semanas ago
View on Instagram |
7/9
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). 

O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. 

O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. 

Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário.

”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa]  e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. 

”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
Rafael Tavares teve a pré-candidatura a prefeito retirada pelo Partido Liberal, em Campo Grande. Ele ficou surpreso com a decisão, anunciada nesta quinta-feira (16). O PL municipal é presidido pelo Tenente Portela, amigo pessoal de Jair Bolsonaro. Ele anunciou a pré-candidatura e retirou a de Tavares. O ex-deputado estadual ficou surpreso com a retirada do nome, já que garante ter recebido a ”bênção” do ex-presidente há dois meses. Tavares nega que houve desgaste em relação ao nome dele, aliás, pelo contrário. ”Saímos de 1,5% para 7,5% [pesquisa] e os nossos adversários vendo que a gente poderia chegar ao segundo turno e isso incomoda muita gente”, lamentou o ex-deputado. Ele destacou que agora é pré-candidato a vereador por Campo Grande. ”Não quero fazer parte do problema e sim da solução… vou retirar meu nome para não atrapalhar a direita… ter quatro, cinco candidatos só atrapalha a direita”, refletiu Tavares em vídeo gravado para redes sociais.
1 mês ago
View on Instagram |
8/9
ÁGUA CLARA - A cena é chocante: no vídeo, o Secretário de Saúde, Alex Oliveira, é visto caído no chão, enquanto o Vereador Marcelo Carvoeiro o puxa pelo braço e seu filho (de colete preto) ataca violentamente o secretário por trás. Lamentável o nível de civilização dessas autoridades.
1 mês ago
View on Instagram |
9/9

Matérias Relacionadas