VOGAIS FM
  • Vogais FM

Com 1,2 mil focos de incêndio, moradores de Corumbá convivem há 13 dias com fumaça intensa

Desde o dia 4 de junho, moradores de Corumbá, cidade a 425 km de Campo Grande, convivem com a fumaça de incêndios florestais no Pantanal. O município registra 1.241 focos de queimadas em 2024, sendo o primeiro no ranking nacional de focos por cidade, segundo dados do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais).

Já são mais de 10 dias convivendo com a fumaça, que esse ano chegou muito mais cedo. Os incêndios florestais ocorrem em período mais crítico entre julho e setembro, porém são 1.269 focos no Pantanal em 16 dias de junho.

Enquanto brigadistas estão em campo tentando combater as chamas, a população sobrevive em meio a fumaça. “Basta achar um local que visualize o Pantanal e o horizonte está vermelho, queimando. Na cidade é fuligem caindo sobre casas, carros, sujando tudo”, conta o fotógrafo de natureza Guilherme Giovanni.

A situação é ainda pior para ribeirinhos, que vivem em meio aos incêndios. A Acaia Pantanal, em parceria com a Cufa (Central Única das Favelas) de Corumbá, estão realizando uma campanha de arrecadação de alimentos, água mineral, nebulizadores, máscaras e soro fisiológico.

“Tem quase uma semana que ele não dorme, por causa da fumaça, que veio em cima de nós. Muito difícil esse mundo de fogo que teve aqui, tudo queimado e a gente sofrendo na fumaça”, afirma uma moradora ribeirinha. Recentemente uma família precisou ser resgatada em meio ao fogo.

A prefeitura de Corumbá foi questionada sobre o possível aumento de atendimentos médicos devido à inalação de fumaça. O espaço segue aberto ao posicionamento.

Fumaça atrapalha combate às chamas

Além do Corpo de Bombeiros, várias brigadas combatem os incêndios no Pantanal, mas enfrentam várias dificuldades. A fumaça, o calor, a baixa umidade relativa do ar e principalmente a dificuldade no acesso são os principais desafios.

A Brigada Alto Pantanal, gerida pelo IHP (Instituto Homem Pantaneiro), têm divulgados sobre as dificuldades na página no Instagram. Eles citam a nuvem de fumaça densa que pode ser vista em imagens de sobrevoo pelas áreas atingidas pelos incêndios.

Conforme monitoramento do Corpo de Bombeiros foram 107 mil hectares queimados na região do Pantanal de Mato Grosso do Sul nos últimos 60 dias.

Mato Grosso do Sul em emergência ambiental

Em 10 de abril, o Governo de Mato Grosso do Sul publicou o decreto n° 25 que declara estado de emergência ambiental em todo o Estado, por 180 dias, devido às condições climáticas que favorecem a propagação de focos de incêndio sem controle. Entre as ações, estabelece as queimas prescritas.

Conforme o decreto, cabe ao Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) disciplinar o licenciamento da atividade de queima controlada. E a queima prescrita deve seguir as rotinas estabelecidas no Comunicado CICOE nº 01 de 15 de junho de 2022, do Centro Integrado de Coordenação Estadual.

Com relação a áreas identificadas com acúmulo de biomassa, com alto poder de combustão, identificadas pelo Sifau (Sistema de Inteligência do Fogo em Áreas Úmidas), o Estado poderá prescrever e autorizar a realização de queimas controladas ou de queimas prescritas, mesmo durante a vigência deste Decreto e auxiliar a realização de queimas prescritas em áreas particulares.

Também está prevista a realização de aceiros com até 50 metros de largura de cada lado de cercas de divisa de propriedade. Por fim, o decreto também dispensa o Governo de licitação para a contratação de itens e serviços pertinentes a queimadas.

Rio Paraguai em escassez hídrica

A bacia do Rio Paraguai está oficialmente em situação de escassez hídrica. A resolução da ANA (Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico) foi publicada em Diário Oficial nesta terça-feira (14) e considera a baixa quantidade de recursos hídricos. O Rio Paraguai caminha para a pior seca histórica, com níveis abaixo dos registrados em 1964.

A declaração é válida até 31 de outubro de 2024, podendo ser prorrogada caso as condições persistam. Essa é a terceira vez que a ANA declara escassez hídrica em rios brasileiros. A agência tem competência para tal declaração desde 2020 e o decreto ocorre após a recomendação feita na primeira reunião da Sala de Crise da BAP (Bacia do Alto Paraguai).

“Esse documento de escassez crítica hídrica, praticado pela primeira vez em 2021 na bacia do Paraná, em 2023 foi a segunda declaração no Rio Madeira. Diante do quadro que vivemos na região hidrográfica do Paraguai, equipe técnica da ANA elaborou uma nota técnica recomendando para a diretoria a declaração de situação crítica de escassez hídrica na bacia do Paraguai”, afirma o superintendente da ANA, Patrick Tadeu Thomas.

Pior seca em 60 anos

O Pantanal caminha para ter a pior seca histórica – última nesse nível é de 1964. A situação é consequência de uma união de fenômenos, como o baixo nível de chuvas no período chuvoso deste ano, as temperaturas muito acima da média e a baixa perspectiva de chuva.

De acordo com o Serviço Geológico do Brasil, as bacias do Rio Paraguai têm registrado chuvas significativamente abaixo da média, ao longo da estação chuvosa. Até março, o déficit hídrico acumulado na bacia, somava 276 mm em média, considerando a chuva esperada no período de 938 mm e registrada de 662 mm.

As chuvas de abril amenizaram em apenas 20 mm o déficit hídrico da bacia. Além disso, é improvável que chova acima da média no próximo trimestre e mesmo que ocorram precipitações dentro da média, entre abril e setembro, 2024 será um ano mais seco que em 2020, podendo ser pior que 1964.

O baixo nível do rio já afeta a navegação do Rio Paraguai, principalmente na hidrovia para exportação de minério. E ainda deve impactar na geração de energia em centrais hidrelétricas, além do turismo, lazer e pesca.

Compartilhe:
Facebook
WhatsApp
Twitter
Telegram

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Últimas Notícias
Enquete

Qual sua opinião do Governo Lula?

  • A prefeita Adriane Lopes (PP) vem fazendo um rumoroso carnaval fora de época para proclamar a maior obra de sua gestão: a construção de um hospital por uma empresa privada, que vai alugá-lo ao Município por até R$ 5,1 milhões mensais durante 20 anos. Neste período, a construtora investirá R$ 842,1 milhões e abocanhará um lucro de R$ 392,015 milhões.

Trata-se de um delírio, se a realidade dos fatos for levada em conta. No início deste mês, por absoluta falta de competência e de zelo de Adriane, o Ministério da Saúde tirou da prefeitura de Campo Grande a gestão plena do Hospital Regional e a transferiu para o governo estadual. Com esta medida, a caótica situação da saúde vai piorar, já que os cofres da municipalidade vão perder R$ 4,8 milhões de repasses a cada mês, o que representa, em um ano, R$ 57,6 milhões.

Saiba mais www.sudoestems.com.br
  • Jair Bolsonaro se ofereceu para conversar com chefe da Receita Federal sobre investigação de Flávio Bolsonaro.

“A gente nunca sabe se alguém está gravando alguma coisa. Não estamos procurando favorecimento de ninguém”, afirmou o então Presidente da República que, de fato, era gravado clandestinamente por Alexandre Ramagem.

📹 Reprodução
  • Incêndio de grandes proporções destrói o Shopping Popular; vídeos e fotos impressionam

Um incêndio de grandes proporções destruiu o Shopping Popular, que fica localizado no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira (15), em Cuiabá. Militares do Corpo de Bombeiros estão no local para tentar conter as chamas. Informações preliminares apontam que grande parte da estrutura desabou. Não há informações feridos. 

📹OLHARDIRETO

#shoppingpopular #incendio #bombeiros #cuiaba #olhardireto #fogo
  • O ex-presidente Donald Trump foi retirado às pressas do palco por agentes do Serviço Secreto durante um comício eleitoral em Butler, na Pensilvânia, após vários sons que pareciam tiros. O republicano foi cercado pelos agentes e escoltado para um carro de sua comitiva logo após os disparos, segurando a orelha direita, que parecia estar sangrando. Segundo porta-voz do ex-presidente, Trump “está sendo examinado e está bem”, mas sem fornecer mais detalhes.

No momento dos disparos, que puderam ser ouvidos durante a transmissão ao vivo do evento, Trump interrompeu o discurso e se abaixou rapidamente, levando as mãos ao rosto, enquanto a multidão gritava.

Logo em seguida, as autoridades presentes instruíram o público a se abaixar e a se cobrir, enquanto a imprensa se retirava do palanque onde Trump discursava. Após uma breve pausa, o republicano se levantou, cercado por agentes e com a orelha sangrando, ergueu o punho para a multidão e foi levado às pressas para sua comitiva, que deixou rapidamente o local.

Segundo o jornal americano New York Times, os senadores Marco Rubio e J.D. Vance, junto com o governador Doug Burgum, da Dakota do Norte, que são os nomes mais cotados para o papel de vice de Trump, expressaram orações pelo magnata e pelos participantes do comício nas redes sociais. 🇺🇸
  • Se até a Iza é traída, quem dirá nós 😰

Siga @sudoeste_ms para ver mais! 📌 

(Reprodução: @/iza)
  • Que confusão!😂 🐀 Um rato resolveu fazer uma visita surpresa na casa da estudante de veterinária Nathalye Marques e a confusão foi garantida! 

Nas redes sociais, ela compartilhou a épica tentativa do marido e dos cachorros de capturarem o intruso que invadiu o banheiro.”Utilizamos nossa melhor arma: a Julie”, brincou Nathalye sobre a cachorrinha da família. Quem aí já passou por esse perrengue?

Reprodução: nathyymgonzaga / TKT
  • Em reunião com o  presidente do Partido Liberal (PL) de Mato Grosso do Sul @tenente.portela e o ex-presidente do Brasil, @jairmessiasbolsonaro Rodrigo Basso tem total apoio do partido para seguir sua pré-candidatura à Prefeitura Municipal de Sidrolândia.

Portela autoriza @rodrigobassosidrolandia a fazer alianças que forem necessárias para o pleito eleitoral.
  • A senadora Soraya Thronicke (Podemos) assumirá a liderança da bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Federal. A troca está prevista para o segundo semestre deste ano, após as eleições. Até lá o deputado federal Vander Loubet (PT) segue como coordenador dos deputados federais e senadores sul-mato-grossense.

“Thronicke que estava em agenda no interio do Estado na cidade de Coxim no PROSPERA MS, explicou que o Vander ainda irá acompanhar a destinação das emendas deste ano e ela assume a articulação para o ano que vem.” “Vamos trabalhar para garantir uma emenda volumosa para Mato Grosso do Sul. É muita responsabilidade”, afirmou. A senadora espera repassar R$ 800 milhões para o Estado.

A senadora ainda afirmou que irá acompanhar os projetos e garantiu uma relação saudável com os colegas. “Vou respeitar a decisão da bancada”, completou.

O Estado tem oito deputados federais. Além de Vander, representam MS os deputados Beto Pereira (PSDB), Camila Jara (PT), Dagoberto Nogueira (PSDB), Geraldo Resende (PSDB), Dr. Luiz Ovando (PP), Marcos Pollon (PL) e Rodolfo Nogueira (PL). No Senado, além de Soraya, Mato Grosso do Sul tem Nelsinho Trad (PSD) e Tereza Cristina (PP).

Saiba mais www.sudoestems.com.br
  • Um caminhão-tanque explodiu na BR-010, no Pará, e deixou pelos menos seis pessoas feridas nesta quarta-feira (3/7), entre elas integrantes de uma equipe do SBT que trabalhava na cobertura do acidente.

O caso aconteceu na rodovia entre os municípios de Paragominas e Ulianópolis. Imagens gravadas por pessoas que passavam pelo local mostram o veículo, que transportava gás, em chamas e explodindo.
A prefeita Adriane Lopes (PP) vem fazendo um rumoroso carnaval fora de época para proclamar a maior obra de sua gestão: a construção de um hospital por uma empresa privada, que vai alugá-lo ao Município por até R$ 5,1 milhões mensais durante 20 anos. Neste período, a construtora investirá R$ 842,1 milhões e abocanhará um lucro de R$ 392,015 milhões.

Trata-se de um delírio, se a realidade dos fatos for levada em conta. No início deste mês, por absoluta falta de competência e de zelo de Adriane, o Ministério da Saúde tirou da prefeitura de Campo Grande a gestão plena do Hospital Regional e a transferiu para o governo estadual. Com esta medida, a caótica situação da saúde vai piorar, já que os cofres da municipalidade vão perder R$ 4,8 milhões de repasses a cada mês, o que representa, em um ano, R$ 57,6 milhões.

Saiba mais www.sudoestems.com.br
A prefeita Adriane Lopes (PP) vem fazendo um rumoroso carnaval fora de época para proclamar a maior obra de sua gestão: a construção de um hospital por uma empresa privada, que vai alugá-lo ao Município por até R$ 5,1 milhões mensais durante 20 anos. Neste período, a construtora investirá R$ 842,1 milhões e abocanhará um lucro de R$ 392,015 milhões. Trata-se de um delírio, se a realidade dos fatos for levada em conta. No início deste mês, por absoluta falta de competência e de zelo de Adriane, o Ministério da Saúde tirou da prefeitura de Campo Grande a gestão plena do Hospital Regional e a transferiu para o governo estadual. Com esta medida, a caótica situação da saúde vai piorar, já que os cofres da municipalidade vão perder R$ 4,8 milhões de repasses a cada mês, o que representa, em um ano, R$ 57,6 milhões. Saiba mais www.sudoestems.com.br
5 dias ago
View on Instagram |
1/9
Jair Bolsonaro se ofereceu para conversar com chefe da Receita Federal sobre investigação de Flávio Bolsonaro. “A gente nunca sabe se alguém está gravando alguma coisa. Não estamos procurando favorecimento de ninguém”, afirmou o então Presidente da República que, de fato, era gravado clandestinamente por Alexandre Ramagem. 📹 Reprodução
5 dias ago
View on Instagram |
2/9
Incêndio de grandes proporções destrói o Shopping Popular; vídeos e fotos impressionam Um incêndio de grandes proporções destruiu o Shopping Popular, que fica localizado no bairro Dom Aquino, em Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira (15), em Cuiabá. Militares do Corpo de Bombeiros estão no local para tentar conter as chamas. Informações preliminares apontam que grande parte da estrutura desabou. Não há informações feridos. 📹OLHARDIRETO #shoppingpopular #incendio #bombeiros #cuiaba #olhardireto #fogo
6 dias ago
View on Instagram |
3/9
O ex-presidente Donald Trump foi retirado às pressas do palco por agentes do Serviço Secreto durante um comício eleitoral em Butler, na Pensilvânia, após vários sons que pareciam tiros. O republicano foi cercado pelos agentes e escoltado para um carro de sua comitiva logo após os disparos, segurando a orelha direita, que parecia estar sangrando. Segundo porta-voz do ex-presidente, Trump “está sendo examinado e está bem”, mas sem fornecer mais detalhes. No momento dos disparos, que puderam ser ouvidos durante a transmissão ao vivo do evento, Trump interrompeu o discurso e se abaixou rapidamente, levando as mãos ao rosto, enquanto a multidão gritava. Logo em seguida, as autoridades presentes instruíram o público a se abaixar e a se cobrir, enquanto a imprensa se retirava do palanque onde Trump discursava. Após uma breve pausa, o republicano se levantou, cercado por agentes e com a orelha sangrando, ergueu o punho para a multidão e foi levado às pressas para sua comitiva, que deixou rapidamente o local. Segundo o jornal americano New York Times, os senadores Marco Rubio e J.D. Vance, junto com o governador Doug Burgum, da Dakota do Norte, que são os nomes mais cotados para o papel de vice de Trump, expressaram orações pelo magnata e pelos participantes do comício nas redes sociais. 🇺🇸
1 semana ago
View on Instagram |
4/9
Se até a Iza é traída, quem dirá nós 😰

Siga @sudoeste_ms para ver mais! 📌 

(Reprodução: @/iza)
Se até a Iza é traída, quem dirá nós 😰 Siga @sudoeste_ms para ver mais! 📌 (Reprodução: @/iza)
1 semana ago
View on Instagram |
5/9
Que confusão!😂 🐀 Um rato resolveu fazer uma visita surpresa na casa da estudante de veterinária Nathalye Marques e a confusão foi garantida! Nas redes sociais, ela compartilhou a épica tentativa do marido e dos cachorros de capturarem o intruso que invadiu o banheiro.”Utilizamos nossa melhor arma: a Julie”, brincou Nathalye sobre a cachorrinha da família. Quem aí já passou por esse perrengue? Reprodução: nathyymgonzaga / TKT
1 semana ago
View on Instagram |
6/9
Em reunião com o presidente do Partido Liberal (PL) de Mato Grosso do Sul @tenente.portela e o ex-presidente do Brasil, @jairmessiasbolsonaro Rodrigo Basso tem total apoio do partido para seguir sua pré-candidatura à Prefeitura Municipal de Sidrolândia. Portela autoriza @rodrigobassosidrolandia a fazer alianças que forem necessárias para o pleito eleitoral.
2 semanas ago
View on Instagram |
7/9
A senadora Soraya Thronicke (Podemos) assumirá a liderança da bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Federal. A troca está prevista para o segundo semestre deste ano, após as eleições. Até lá o deputado federal Vander Loubet (PT) segue como coordenador dos deputados federais e senadores sul-mato-grossense.

“Thronicke que estava em agenda no interio do Estado na cidade de Coxim no PROSPERA MS, explicou que o Vander ainda irá acompanhar a destinação das emendas deste ano e ela assume a articulação para o ano que vem.” “Vamos trabalhar para garantir uma emenda volumosa para Mato Grosso do Sul. É muita responsabilidade”, afirmou. A senadora espera repassar R$ 800 milhões para o Estado.

A senadora ainda afirmou que irá acompanhar os projetos e garantiu uma relação saudável com os colegas. “Vou respeitar a decisão da bancada”, completou.

O Estado tem oito deputados federais. Além de Vander, representam MS os deputados Beto Pereira (PSDB), Camila Jara (PT), Dagoberto Nogueira (PSDB), Geraldo Resende (PSDB), Dr. Luiz Ovando (PP), Marcos Pollon (PL) e Rodolfo Nogueira (PL). No Senado, além de Soraya, Mato Grosso do Sul tem Nelsinho Trad (PSD) e Tereza Cristina (PP).

Saiba mais www.sudoestems.com.br
A senadora Soraya Thronicke (Podemos) assumirá a liderança da bancada de Mato Grosso do Sul no Congresso Federal. A troca está prevista para o segundo semestre deste ano, após as eleições. Até lá o deputado federal Vander Loubet (PT) segue como coordenador dos deputados federais e senadores sul-mato-grossense. “Thronicke que estava em agenda no interio do Estado na cidade de Coxim no PROSPERA MS, explicou que o Vander ainda irá acompanhar a destinação das emendas deste ano e ela assume a articulação para o ano que vem.” “Vamos trabalhar para garantir uma emenda volumosa para Mato Grosso do Sul. É muita responsabilidade”, afirmou. A senadora espera repassar R$ 800 milhões para o Estado. A senadora ainda afirmou que irá acompanhar os projetos e garantiu uma relação saudável com os colegas. “Vou respeitar a decisão da bancada”, completou. O Estado tem oito deputados federais. Além de Vander, representam MS os deputados Beto Pereira (PSDB), Camila Jara (PT), Dagoberto Nogueira (PSDB), Geraldo Resende (PSDB), Dr. Luiz Ovando (PP), Marcos Pollon (PL) e Rodolfo Nogueira (PL). No Senado, além de Soraya, Mato Grosso do Sul tem Nelsinho Trad (PSD) e Tereza Cristina (PP). Saiba mais www.sudoestems.com.br
2 semanas ago
View on Instagram |
8/9
Um caminhão-tanque explodiu na BR-010, no Pará, e deixou pelos menos seis pessoas feridas nesta quarta-feira (3/7), entre elas integrantes de uma equipe do SBT que trabalhava na cobertura do acidente. O caso aconteceu na rodovia entre os municípios de Paragominas e Ulianópolis. Imagens gravadas por pessoas que passavam pelo local mostram o veículo, que transportava gás, em chamas e explodindo.
2 semanas ago
View on Instagram |
9/9

Matérias Relacionadas